O show de horrores na votação do impeachment

 

Nunca antes na história atual da política do Brasil não víamos tantos deputados juntos como na votação do último domingo (17), para a aprovação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara. A aglomeração foi tanta que não tinha cadeiras suficientes para acomodar tantos políticos juntos, se acotovelando para dar o seu veredicto sobre a interrupção ou não do governo Dilma.

O clima de tensão e nervosismo era visível em todos os lados, sejam da oposição ou da bancada aliada. Nas ruas, pessoas se amontoavam em telões distribuídos em pontos estratégicos das cidades para acompanhar o “sim” ou “não” de cada deputado.

Os discursos foram os mais bizarros possíveis, desde agradecimento a família, ao povo X e ao povo Y, até apoio a “República de Curitiba” e pela “paz de Jerusalém”. Eduardo Cunha, de sua cadeira no posto mais alto da câmara, via aquilo tudo com certo desdém, e nem mesmo quem o provocava modificou sua cara sem expressão.

Houve ainda, e isso é de se preocupar, quem homenageou o voto a militares que participaram de massacres na época de ditadura militar, o pior governo em toda a história brasileira. Quem apoia a ditadura dos militares está colocando de vez a história da democracia e independência do Brasil no lixo. Não se apoia uma crueldade dessas. É de se indignar.

Entre muitas coisas ridículas e bizarras ditas naquele palanque, o que fica é o seguinte: definitivamente não sabemos escolher nossos representantes. A massa aglomerada naquela câmara mostra o quanto a política no país é mesquinha e falha. A ideia de acabar com a corrupção está longe de ter resultado com o afastamento de Dilma. Temos pessoas piores, do mais baixo escalão dominando o Brasil, e estamos vendo cada vez mais o país entrando em um buraco negro sem volta.

Estamos nas mãos de políticos incompetentes, corruptos e sem o menor senso de alfabetização e história. Estamos a mercê de pessoas sem preparo e sem o mínimo de dignidade. Estamos no meio de um colapso político, onde não sabemos onde é o fim do poço.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.