Leicester City mostra o quanto o futebol é imprevisível e tem espaço para “surpresas”

leicester

 

A conquista da Barclays Premier League pelo Leicester City consagra uma reviravolta surpreende da equipe da East Midlands. Na última temporada (2014-15), o time passou por grandes problemas dentro e fora do campo e quase foi rebaixado para a segunda divisão inglesa. Com a chegada de Claudio Ranieri e o empenho impressionante do artilheiro Vardy e cia, o Leicester conquistou o Inglês com duas rodadas de antecedência.

Essa conquista abre precedentes importantes no futebol, que passa por questionamentos desde os escândalos da Fifa com supostos crimes de corrupção, além das possíveis “compras” de sedes da Copa do Mundo como na Alemanha, Catar e possivelmente no Brasil (sem contar os problemas da CBF). A equipe demonstra que o futebol tem espaço para todos que pensam corretamente e fazem do esporte um espetáculo de amor a camisa e futebol nos pés.

Não há dinheiro que pague a felicidade dos torcedores do Leicester neste momento. A cidade inteira vibrou durante toda a temporada com essa conquista impossível, que se tornou possível na última segunda-feira (2), após o empate do Tottenham (segundo colocado) no clássico londrino com o Chelsea, que diga-se de passagem, fez uma campanha terrível na Barclays.

A equipe entra para um grupo seleto de times que conquistaram o nacional além das atuais potências, que hoje são os maiores campões da Barclays como Manchester United (20 títulos), Liverpool (18 títulos) e Arsenal (13 títulos). Mesmo considerado potências atualmente, Manchester City e Chelsea possuem “apenas” quatro e cinco títulos ingleses, respectivamente. Nesse grupo seleto se destacam Aston Villa (7 títulos), Sunderland (6 títulos), Everton (9 títulos) e Nottingham Forest (1 título).

Há também outras “zebras” nos campeonatos internacionais. Confira:

Espanhol
Além do domínio de Real Madri (32 títulos), Barcelona (23 títulos) e Atlético de Madri (títulos), se destacam o Athletic Bilbao (8 títulos), Valencia (6 títulos), Real Sociedad (2 títulos) e Deportivo La Coruña, Sevilla e Real Betis (1 título).

Italiano
A Série A é dominada pela Juventus (32 títulos), Inter de Milão e Milan (18 títulos). Outra potência atual, a Roma tem apenas três títulos nacionais, seguido por Fiorentina, Napoli e Lazio com dois títulos.

Alemão
A Alemanha é dominada pelo Bayern de Munique com 25 títulos, seguido por Nuremberg (9 títulos), Borussia Dortmund (8 títulos), Schalke 04 (7 títulos) e Hamburgo (6 títulos).

Francês
A Ligue 1 é a mais diversificada entre os campeonatos analisados. O domínio se mantém com Saint-Etienne (10 títulos), seguido por Olympique de Marseille (9 títulos), Nantes (8 títulos), Lyon e Mônaco (7 títulos) e Paris Saint-Germain (6 títulos).

Português
Já a Primeira Liga é totalmente dominada por Benfica (34 títulos), Porto (27 títulos) e Sporting (18 títulos). As surpresas são Belenenses (1 título em 1945-46) e Boavista (1 título em 2000-01).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.