‘Escola de Princesas’ retrocede ideal de liberdade e poder feminino

 

A coluna E+ do jornal O Estado de São Paulo trouxe na última quarta-feira (12), Dia das Crianças (bem sugestivo), uma reportagem sobre uma “escola de princesas”, localizada em Uberlândia (MG), e que vai trazer uma filial para São Paulo.

A reportagem não é “culpada”, mas a história em si e a finalidade dessa escola é de beirar a bizarrice. A escola ensina os “bons modos”, “a bondade” e “como organizar a casa”, sendo que esta última passou de ser uma tarefa apenas do sexo feminino e se tornou algo comum em toda a família brasileira que se preze. O local é todo rosa e somente destinado a meninas, que de algum modo, desejam ser uma princesa.

A reportagem mostra literalmente o sonho de qualquer menina de ser uma princesa dos livros infantis, mas quando a realidade realmente atinge esse público, nada disso importa. A “instituição” parece iludir mães e crianças e influenciar uma parte da sociedade e a se alucinar com uma utopia.

Comentários a parte, confira a reportagem do E+: http://emais.estadao.com.br/noticias/comportamento,escola-de-princesas-ensina-etiqueta-culinaria-e-organizacao-de-casa-a-meninas-de-4-a-15-anos,10000081544

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.