A arbitragem e os tempos de uma nova transparência no futebol

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

 

Não é de hoje que a arbitragem do futebol brasileiro é questionada. Ela coleciona diversos episódios sobre problemas como uma possível parcialidade, as vezes tendenciosa sobre um determinado jogo ou um determinado clube. O maior problema é que para as autoridades (no caso a CBF) o problema não chega a ser absurdo, enquanto equipe e jogadores utilizam a mídia para falar o contrário e criam brigas intermináveis dentro e fora de campo.

O problema com a arbitragem alcançou um patamar onde se criou uma rixa entre Palmeiras e Flamengo sobre o Campeonato Brasileiro de 2016. O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, questionou a atitude da arbitragem no jogo da equipe contra o Fluminense e até jogou um “aviso” para que as equipes que fossem enfrentar o rubro-negro tomassem cuidado com as decisões do árbitro.

O fato foi rebatido pelo Flamengo, que questionou o Palmeiras de outros problemas com as marcações e que em outros jogos o rubro-negro também foi prejudicado. A situação está em uma grande bola de neve e a CBF parece ignorar o fato.

Não adianta querer punir um ou dois árbitros sendo que o problema é geral e se arrasta por anos. Uma categoria como essa, que não é valorizada e não recebe incentivos, está fadada ao amadorismo. Mas como podemos ter uma arbitragem amadora em um campeonato com o status e profissionalismo do Brasileirão?

Outro problema é a recusa da CBF de utilizar o recurso eletrônico, que vem sendo utilizado em outros esportes. Parece que a CBF tem medo dos próprios deslizes e de escândalos estourarem na mídia noticiosa. O problema precisa ser resolvido logo ou estaremos cada vez mais vendo estádios vazios, brigas entre torcidas e entre jogadores e uma bagunça generalizada no esporte brasileiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.