Investigação mostra realidade de uma Ribeirão Preto explorada e corrupta

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

 

A cada nova informação da Polícia Federal, o Operação Sevandija continua mostrando todos os problemas, irregularidades e corrupções criadas e plantadas em Ribeirão Preto. A nova denúncia é sobre a contratação de funcionários fantasmas pela Coderp, empresa que até então gerencia a tecnologia de toda a prefeitura.

A responsável pelo setor de Recursos Humanos da Coderp informou a PF que os funcionários contratados, mas de 600 pessoas, não passavam por uma fiscalização quando assumiam o cargo, o que poderia gerar um certo benefício, onde a pessoa era contratada, não trabalhava, mas servia como apoio político para a prefeita Dárcy Vera e para os vereadores citados na investigação.

De acordo com os dados divulgados, a Coderp liberava mais de R$ 2,6 milhões de reais por mês para pagar os funcionários, que não eram fiscalizados e não se tinha nenhum controle da carga horária de trabalho. Com a bagunça generalizada, a Polícia Federal investiga se o dinheiro não está indo para o bolso ou conta de terceiros, o que poderia responder algumas perguntas sobre o rombo milionário nos cofres da prefeitura.

Além disso, a cidade ainda passou por mais um caos, agora com a empresa de coleta de lixo, serviço considerado essencial para uma cidade com o tamanho de Ribeirão Preto. No entanto, a prefeitura parece ignorar os problemas e culpa as dívidas como desculpa para não arcar com suas responsabilidades.

Parece brincadeira, mas estamos falando de uma cidade até então estruturada como Ribeirão Preto, que deveria ser o exemplo para a região, mas com o avanço das investigações, demonstra claramente que criou políticos suficientes para lucrar com o prejuízo da população e com o dinheiro suado recebidos dos altos impostos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.