Dárcy Vera tem contas rejeitadas e pode ficar inelegível pelos próximos 8 anos

 

Após um período de adiamento, a votação sobre as contas da prefeita Dárcy Vera finalmente entrou na pauta desta terça-feira (8) na Câmara de Vereadores de Ribeirão Preto (SP). De forma unânime, os vereadores (eleitos e suplentes) rejeitaram as contas da prefeita entre 2012 e 2013 e deixaram Dárcy sujeita a sanções como a cassação de direitos políticos por 8 anos.

A grande discussão sobre esta votação seria que Dárcy realizou, em 2012, uma aquisição de despesas que não poderiam ser pagas, infringindo o artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal, além de déficit orçamentário e pagamento parcial de precatórios.

Já em 2013, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP) mostra um déficit financeiro de R$ 163 milhões no ano, com sucessivos resultados negativos desde 2009.

A votação foi adiada por quatro meses e alguns desses orçamentos foram aprovados pelos vereadores, a maioria ligados a base aliada de Dárcy na época. Em seis anos, a prefeita teve três contas rejeitadas pelo TCE. Em 2010, o tribunal detectou problemas com investimentos, além de 81% das ações previstas na lei orçamentária daquele ano não tinham sido cumpridas.

Com as contas rejeitadas, cabe agora à Justiça Eleitoral decidir quanto a inelegibilidade da prefeita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.