Duarte Nogueira é novamente citado na ‘Máfia da Merenda’

(Foto: Ibraim Leão)

(Foto: Ibraim Leão)

Um depoimento realizado no dia 10 de outubro pelo ex-presidente da Cooperativa Orgânica da Agricultura Familiar (Coaf) Cássio Chebali, voltou a citar o nome de Duarte Nogueira (PSDB), atualmente eleito para o próximo mandato de prefeito de Ribeirão Preto, no esquema que ficou conhecido como “Máfia da Merenda”.

De acordo com Chebali, Nogueira e o deputado estadual Fernando Capez (PSDB”, foram acusados de receber propina do esquema no valor que chega a R$ 1, 3 milhão. Ele disse que assinou contratos de comissão, que seriam as propinas, e que todo o fornecimento de alimentos para o Governo do Estado de São Paulo só ocorreria mediante repasses para funcionários públicos, dentre eles os dois políticos.

O pagamento foi através de advogados ligados aos políticos e funcionários da Coaf, e que o ex-presidente nunca teve contato com Nogueira e Capez. Em nota, Nogueira nega as acusações e classificou a denúncia como “irresponsável”. Confira a nota na íntegra:

“Reitero a minha indignação e repúdio ao novo depoimento do acusado de estelionato, Cássio Chebabi, ex-presidente da cooperativa de estelionatários, que voltou a insistir na mentira e incluir o meu nome, de maneira irresponsável, como beneficiário no esquema de desvios de recursos da merenda escolar. Está claro que, ao fazer esta afirmação, sem nunca ter apresentado prova alguma – pois de fato não há – o acusado busca se proteger e tenta confundir ainda mais as investigações. Chebabi já foi, inclusive, desmentido em delação premiada prestada em juízo pelo senhor Marcel Júlio. Que disse o seguinte ‘Nada sei que comprometa a pessoa de Duarte Nogueira, Deputado Federal. Na minha opinião, Cássio ‘chutou’ ou ‘inventou isso’’. Digo mais uma vez, portanto, que as investigações jamais apontaram para mim – o que houve foram falácias desprovidas de provas, desta figura suspeita. Já fui inocentado pela Corregedoria Geral da Administração. E pela mentira, o senhor Cássio Chebabi será processado por mim e, certamente, será condenado”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.