Entenda como funciona as Pesquisas Eleitorais

 

Em um momento delicado da política que estamos, as pesquisas eleitorais se tornaram alvo de críticas e questionamentos. Mas, você sabe como funciona uma pesquisa eleitoral, principalmente as divulgadas por veículos como Globo e Folha de S.Paulo? O blog Um Pequeno Jornalista traz um resumo sobre como é feita uma pesquisa eleitoral e o que os leitores devem levar em conta ao ler ou analisar uma pesquisa de intenção de voto.

Como é a seleção do grupo que vai compor a pesquisa?

Existem dois sorteios: um definirá os municípios que irão compor a pesquisa. Em seguida é definido os setores censitários, elaborados pelo IBGE, e que compõem os limites dos municípios, estados, bairros, mesorregião e microrregião, além do atual censo divulgado pelo instituto. O atual censo é o de 2010.

Na pesquisa do Ibope, os entrevistadores saem pelas ruas com a obrigação de cumprir cotas proporcionais a sexo, idade e escolaridade dos leitores. Na pesquisa Datafolha, os pesquisadores passam horas num local de grande movimento de pedestres. Neste caso, é exigido um número maior de entrevistas.

Quem encomenda as pesquisas?

Na maioria dos casos são conglomerados de empresas de comunicação que encomendam as pesquisas, como Rede Globo e Folha de S.Paulo. No caso da Folha, ela tem o seu próprio instituto de pesquisa, o Datafolha.

Número de entrevistados

O que gera uma discordância na população é o número de entrevistados das pesquisas. Mesmo com uma população que chega a quase 150 milhões de habitantes no Brasil, os institutos dizem que o número pesquisado, que varia em todo de 2 mil à 4 mil entrevistados, é o suficiente para representar os eleitores do país.

Um exemplo é a pesquisa feita pelo Ibope no dia 1º de outubro, que entrevistou 3.010 eleitores entre sábado (29) e domingo (30). Este é um parâmetro dado pelo instituto para publicar a pesquisa e, consequentemente, anuncia-la na imprensa. Neste caso, a Rede Globo e o jornal O Estado de S.Paulo encomendaram a pesquisa, que foram realizadas em dois dias.

Margem de erro

É importante levar em conta a margem de erro das pesquisas. Ela acontece justamente pelo fato de que uma pesquisa eleitoral é realizada com uma fração da população. A margem de erro varia dependendo do candidato e de sua distribuição geográfica. Ela é determinada pelo cliente e o instituto de pesquisa.

Exemplo: em uma eleição, o candidato X possui uma intenção de voto de 23% com uma margem de erro de 2,5% seja para mais ou para menos. Neste caso, o candidato tem uma intenção de voto entre 20,5% e 25,5%.

Confira que a margem de erro nesta pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos

A margem de erro também auxilia na opinião dos eleitores. É comum um eleitor mudar sua intenção de votos varias vezes, o que, na prática, mudaria as pesquisas. Por isso a margem de erro entra nas pesquisas eleitorais.

Por causa dessa margem de erro, ao anunciar a queda ou a subia de um candidato é precioso que sejam feitas sucessivas pesquisas, comparar apenas a pesquisa atual com a anterior dará uma resposta com a possibilidade de erro muito maior.¹

1 – Trecho retirado do site Brasil Escola (https://brasilescola.uol.com.br/matematica/o-que-margem-erro-uma-pesquisa.htm). Consulta em 3 de outubro de 2018

Seleção dos entrevistados

Como dito acima, as pesquisas realizam um sorteio para saber quais serão os setores da população a serem entrevistados. Isso varia de instituto para instituto e também de sorteio para sorteio.

Um exemplo é a pesquisa Ibope de 30 de setembro de 2018 que entrevistou diferentes setores para saber as intenções de fotos para Governador de Senador. No site do TSE, no momento de consultar as pesquisas, você verá que eles detalham qualquer o percentual de setores entrevistados. Confira:

No terceiro e último estágio, dentro dos setores sorteados, os respondentes são selecionados através de quotas amostrais proporcionais em função de variáveis significativas, a saber: IDADE: 16-24 (masculino) 15% (feminino) 14%; 25-34 (masculino) 24% (feminino) 22%; 35-44 (masculino) 22% (feminino) 21%; 45-54 (masculino) 18% (feminino) 19%; 55 e+ (masculino) 22% (feminino) 24%; INSTRUÇÃO: Até Ensino Médio (masculino) 72% (feminino) 70%; Ensino Superior (masculino) 28% (feminino) 30%; NÍVEL ECONÔMICO: Economicamente ativo (masculino) 75% (feminino) 57%; Não Economicamente ativo (masculino) 25% (feminino) 43%. Está prevista eventual ponderação para correção das variáveis sexo e idade, com base nos percentuais anteriormente mencionados, caso ocorram diferenças superiores a 3 pontos percentuais entre o previsto na amostra e a coleta de dados realizada.²

2- Consulta ao site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – (http://www.tse.jus.br/eleicoes/pesquisa-eleitorais/consulta-as-pesquisas-registradas). Consulta em 3 de outubro de 2018.

“Nas eleições, temos que ter o cuidado de fazer a pergunta de forma totalmente isenta. A pessoa começa fazendo a pergunta [para que seja respondida] de forma espontânea. Daí a gente apresenta um disco [uma figura em forma de círculo] com os nomes dos candidatos, de modo que não prioriza nenhum dos candidatos. O entrevistador entrega para a pessoa, que lê os nomes e diz em quem vai votar. O entrevistador não faz nenhuma leitura dos nomes”, explica o diretor de Opinião Pública, Política e Comunicação do Ibope, Hélio Gastaldi.³

3- Entrevista de Hélio Gastaldi ao site Agência Brasil (http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2014-09/saiba-como-sao-feitas-pesquisas-de-intencao-de-voto). Consulta em 3 de outubro de 2018.

Normas do TSE

Por fim, o TSE possui algumas normas para que as pesquisas sejam registradas. Neste caso, as resoluções e portarias podem ser consultadas no seu site. Elas podem ser registradas a qualquer momento, de modo on-line, e cada instituto as divulga de sua maneira.

Instituto Datafolha: http://datafolha.folha.uol.com.br/

Instituto Vox Populi: https://www.voxpopuli.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.