Meus 6 artistas favoritos incomuns nas grandes paradas

(Foto: Reprodução)

Sempre gostei muito de música, já contei em um vídeo no canal sobre o tempo que participei de um conservatório de música, mas acho que falei pouco disso por aqui.

Essa dica vem da minha amiga Julli Terra, que tem um blog que você pode conferir aqui, e vou listar seis artistas que não vejo tanto nas paradas, mas tem músicas ótimas e fazem parte da minha playlist nos streamings.

Years & Years

O grupo tem muitos sucessos nas paradas, participou de diversos festivais, mas não vejo um hype muito grande em cima deles. Não estouraram tanto quanto Daft Punk, por exemplo, que conheço desde “Homework” e vieram a estourar mesmo com “RAM”.

A pegada do Y&Y é mais eletrônica, tem muitas mais lentas, mas também chegam com batidas fortes e dançantes. Indico ouvir “Palo Santo”, “King”, “Shine”, “All For You” e “Meteorite”.

Owl City

(Foto: Reprodução)

O projeto de synthpop de Adam Young me conquistou em seu grande sucesso “Fireflies”, mas, buscando mais músicas, vi o quanto o seu estilo é minimalista, mas ao mesmo tempo rico em explorar sons de diversos instrumentos. Confesso que estou ouvindo pouco atualmente, mas esse texto já me empolgou em coloca-lo de novo em meus fones.

Indico “Cave In”, o sucesso “Fireflies”, “Angels” Galaxies”, “Shooting Star”, “Meteor Shower”, “Alligator Sky” e “Dreams and Disasters”.

Rebecca Ferguson

(Foto: Reprodução)

Rebecca foi vice-campeã da sétima temporada do The X Factor. Por mais que não tenha ganho o reality, recebeu apoio dos jurados e se lançou na música. Ela tem um timbre de voz diferente de todos que ouço e adoro suas músicas e sua sonoridade. Vale a pena dar uma chance para ela.

Indico “Wonderful World”, “Freedom”, o sucesso “I Hope”, “Glither & Gold”, “Beautiful Design”, Superwoman” e “Mistress”.

Michael Bublé

(Foto: Reprodução)

O Soul e Blues tem lugar certo na minha playlist, principalmente com Michael Bublé. Não tenho o que dizer deste cara do tanto que gosto de sua voz e sonoridade. Ele passa uma tranquilidade inigualável. Deveria ter mais reconhecimento mundial, mas vale muito a pena explorar suas músicas.

Indico os sucessos “Home”, “Everything”, “Haven’t Met You Yet” e “Hollywood”, além de “Crazy Love”, “You Don’t Know Me”, “End of May”, “Georgia On My Mind” e “Lost”.

Rosa de Saron

(Foto: Reprodução)

O Brasil aparece também. A banda de rock cristão Rosa de Saron me conquistou de um jeito especial, depois de ouvi-los em um evento espírita que participei. Simplesmente fantástico o som. Hoje ele mudaram o vocalista, mas não perderam a essência.

Indico “Cassino Boulevard”, “Mais Que Um Mero Poema”, “Sobre Marés e Angra”, “Incompletude”, “Meu Lugar” e o recente single “A Fênix”.

Austin Jenckes

(Foto: Reprodução)

Não sou fã de country, mas Austin Jenckes me conquistou e vale a pena ouvir. Ele lançou este ano seu primeiro álbum chamado “If You Grew up I Did” com nove músicas. Ainda estou ouvindo para saber se gosto ou não. Foi bem aleatório conhece-lo, pois descobri seu trabalho em um anúncio no Youtube rs. Indico “In My Head” e “Home for the Summer”.

Deixe suas indicações nos comentários para trocarmos um ideia. Até mais!

Anúncios

Um comentário em “Meus 6 artistas favoritos incomuns nas grandes paradas

  1. Amigo! A matéria ficou lindíssima e confesso que já viu ouvir as dicas! Também adoro Michael Bublé. Numa próxima, o que acha de colocar um player tocando suas indicações? Adoro seu blog. Um grande beijo ❤️

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.